VISTOS AMERICANOS

EB1

GREEN CARD POR MEIO DE HABILIDADES ESPECIAIS

O visto EB1 é um pleito imigratório que leva diretamente ao Green Card. Normalmente, é destinado para atletas ou artistas com reconhecimento nacional e/ou internacional, para pesquisadores e palestrantes com trabalhos expressivos em suas respectivas áreas ou para executivos de multinacionais, que estejam operando nos EUA pelo menos há 1 ano.

 

EB2

GREEN CARD PARA PROFISSIONAIS BEM CAPACITADOS OU DE INTERESSE NACIONAL

O visto EB2 é um pleito imigratório que leva diretamente ao Green Card. Normalmente é destinado para profissionais acima da média ou profissionais com habilidades excepcionais. Para os EUA, profissional com bacharelado + pelo menos 10 anos de experiência em sua área, ou com bacharelado + mestrado (mesmo que com menos de 10 anos de experiência) são considerados profissionais acima da média e portanto, elegíveis para pleitear esse Green Card. Agora, se além disso esse profissional for de uma das áreas nas quais os Estados Unidos enfrentam déficit de profissionais, tais como Engenharia, T.I., Fisioterapia, Odontologia, Enfermagem e Aviação, o processo fica ainda mais facilitado devido ao interesse nacional dos EUA nesse tipo de profissional. Por isso, nos permite aplicar por meio da subcategoria NIW (National Interest Waiver) apelando pela jurisprudência “Matter of Dhanasar”, 26 I&N Dec. 884 (AAO 2016).

 

EB3

GREEN CARD POR MEIO DE EMPREGADOR AMERICANO

O visto EB3 é um pleito imigratório que também leva diretamente ao Green Card. Normalmente é direcionado para profissionais com pelo menos 2 anos de experiência em suas respectivas áreas e, em todos os casos, exige que o processo imigratório seja realizado mediante um processo laboral realizado por um empregador americano que aceite lhe contratar. Nesse processo laboral é solicitado que esse empregador comprove que não obteve mão de obra similar nos EUA. Essa comprovação normalmente ocorre por intermédio de anúncios de vagas que não foram preenchidas após 90 dias.

 

L1

VISTO PARA MORAR E TRABALHAR NOS EUA POR MEIO DE TRANSFERÊNCIA ENTRE EMPRESAS

O Visto L1 é um visto que não leva ao Green Card num primeiro momento, mas pode o tornar seu portador elegível ao Green Card após um ano de aprovado. O requerente a este visto precisa estar em transferência entre uma empresa matriz estrangeira para uma filial/subsidiária americana. Precisa ser considerado um manager ou executivo dessa empresa e assim, aplicar para a subcategoria L1-A ou ser um profissional de uma mão de obra especializada, como profissional de T.I. ou um designer por exemplo e, com isso, aplicar para a subcategoria L1-B. Também é exigido que esse profissional faça parte do quadro de colaboradores da empresa matriz por pelo menos 1 ano antes da aplicação do visto. O período máximo de estadia permitido para um profissional nesse tipo de visto é de 7 anos. Mas, como dito acima, o visto L1 permite que a partir de um ano o portador do visto aplique para o Green Card por meio do EB1-C em caso de gerentes e executivos ou para o Green Card através do EB3, em caso de mão de obra especializada. 

 

E2

VISTO PARA MORAR E TRABALHAR NOS EUA POR MEIO DE INVESTIMENTO

O E2  é um visto que não leva à obtenção de um Green Card, no entanto, não há limite para sua renovação. Geralmente, esse visto é concedido por uma média de 2 anos por vez e permite que os beneficiários renovem rapidamente o visto ao se aproximar da data de vencimento. O requerente deste visto deve ser cidadão de um dos países listados no Tratado de Navegação e Comércio. Ter a cidadania de um dos países qualificados permite que o solicitante faça uma contribuição financeira para seu próprio negócio nos EUA. Quanto ao investimento mínimo, o texto jurídico não exige requisitos expressos, mas exige que seja aplicado um valor substancial em um nicho de mercado. A verificação é realizada por meio de pesquisa de mercado e plano de negócios. Como referência, houve vários casos de E2 bem-sucedidos de candidatos que investiram em pequenas franquias nas quais o investimento foi de cerca de 100 mil dólares, por exemplo.

 

EB5

GREEN CARD POR
MEIO DE INVESTIMENTO

O visto EB5 leva diretamente ao Green Card. O único pré-requisito para obter este visto é comprovar um investimento mínimo de 900 mil dólares em áreas com déficit de investimentos por intermédio de centros regionais autorizados pela imigração americana a realizarem tal captação ou de 1.8 milhões de dólares em qualquer outra área. Nesse caso, é possível que seja até num negócio próprio, desde que esse negócio gere ao menos 10 novos postos de emprego nos Estados Unidos. 

 

FAMILY BASED

GREEN CARD POR MEIO DE PARENTESCO.

helena-lopes-PGnqT0rXWLs-unsplash.jpg

As petições com base em parentesco são interpostas por cidadãos ou residentes permanentes dos EUA em benefício de seus familiares. Por meio desse processo, familiares qualificados pela lei de imigração têm a possibilidade de obter o Green Card, tornando-se residentes permanentes e, posteriormente, cidadãos dos Estados Unidos. A lei imigratória subdivide os familiares em dois grupos:

a) parentes imediatos: parentes próximos do cidadão americano, incluindo cônjuge, genitores, e filhos solteiros menores de 21 anos.

b) parentes preferenciais: outros familiares do cidadão americano incluindo filhos casados, maiores de 21 anos, irmãos ou irmãs. Assim como familiares de residentes permanentes: cônjuges, filhos solteiros menores ou maiores de 21 anos.

 

O visto EB5 leva diretamente ao Green Card. O único pré-requisito para obter este visto é comprovar um investimento mínimo de 900 mil dólares em áreas com déficit de investimentos por intermédio de centros regionais autorizados pela imigração americana a realizarem tal captação ou de 1.8 milhões de dólares em qualquer outra área. Nesse caso, é possível que seja até num negócio próprio, desde que esse negócio gere ao menos 10 novos postos de emprego nos Estados Unidos. 

thalyson-souza-mPlUTtMl-9A-unsplash.jpg

 K1

VISTO PARA NOIVOS DE CIDADÃOS AMERICANOS

Noivos: Noivos de cidadãos Americanos podem se qualificar para o visto de noivos que os permitirão ingressar no território americano para se casar, desde que o casamento se realize dentro do período de 90 dias contados da data de admissão do estrangeiro nos Estados Unidos. Depois de casados, o cônjuge americano poderá protocolar o pedido de Green Card em favor do seu agora cônjuge.

 
ENTRE EM CONTATO
arrow&v

Obrigado pelo seu contato!

K3 

VISTO PARA CÔNJUGE DE CIDADÃOS AMERICANOS

jonathan-borba-wil2YVMBIWo-unsplash.jpg

Cônjuge de cidadãos Americanos: O cônjuge de um cidadão americano pode pleitear a concessão do Visto K3 enquanto está fora do território americano. Concomitantemente ao pedido do visto K3, o cidadão Americano deverá protocolar o pedido de residência. Para que o Visto K3 cumpra o seu propósito, ele deverá ser concedido antes da aprovação do pedido de residência. Entretanto, é bom ressaltar que, na prática, o processamento do visto K3 tem sido mais lento do que o pedido de residência e, com isso, ele tem se tornado mais inviável.